Competency-based Language Teaching (22/05)

Competency-based Language Teaching(CBLT)

[posted by Adrienne]

Background

O “Competency-Based Education (CBE) em contraste com a maioria dos métodos que prioriza os ‘inputs’ no desenvolvimento educacional, foca nos ‘outputs’ para o mesmo processo. Isso porque os outcomes (ou outputs) são um ponto central nas perspectivas de competências. Ele se destina para situações em que o aprendizado de algo em específico seja necessário para determinada situação. O CBE surgiu nos Estados Unidos nos anos 70 e os seus princípios foram aplicados para o ensino de línguas, fazendo surgir já no final da mesma década o Competency-Based Language Teaching (CBLT), o método de ensino pelo qual a língua se desenvolve através de pequenas partes, chamadas competências.

Approach

  • Theory of Language:

A língua é um meio de comunicação entre pessoas para alcançar propósitos e objetivos específicos. Ou seja, a língua é vista como algo essencialmente funcional.

  • Theory of Learning:

O CBLT adota a abordagem de “mosaico”, em que a língua, tida como o “todo”, é constituída de partes menores, chamadas de competências.

Design

  • Objectives:

O objetivo é habilitar os alunos a se tornarem indivíduos autônomos capazes de desenvolverem competências para saber lidar com as situações mais diversas que o mundo apresenta.

  • Syllabus:

Como a língua passa a ter um papel funcional, o que se ensina aos alunos são somente as formas e habilidades lingüísticas exigidas pelas situações em que elas serão usadas. Não é dado ênfase no que se sabe sobre a língua, mas em como fazer uso dela para situações específicas.

  • Learning activities:

As atividades são práticas. A ênfase nesse método é o que os alunos podem fazer com a língua, não o que se sabe sobre a mesma, ou seja, é através do que se chama de “tasks” ou “performance” que esse método se desenvolve.

  • Learner’s role:

Como nesse caso, língua é considerada como função, o papel dos alunos é desenvolver as competências que lhe foram ensinadas.

  • Teacher’s role:

Como o aluno precisa desenvolver a competência que lhe foi dada, o professor é justamente a pessoa que provê aquilo que ele tem de desenvolver, apresentando-lhe cada uma das partes do “mosaico” – competências – para as mais diversas situações.

  • Material:

Em se tratando de competências para diferentes situações, não existe um material específico. Qualquer material que esteja de acordo com os “tasks”, pode ser utilizado.

Procedure:

Como se trata de língua como função, é preciso primeiro definir qual a competência, qual a função da língua que deve ser desenvolvida. Em seguida, é preciso providenciar, desenvolver  os “tasks” para alcançar os objetivos propostos.

Conclusion:

Apesar da boa aceitação que o método teve, houve ainda algumas duras críticas práticas e filosóficas, que diziam respeito a não validade dos procedimentos adotados, à redução de algo tão complexo como a língua a pequenas partes e também ao fato de os alunos se limitarem a certas formas de adquirir conhecimento quando, segundo Paulo Freire, eles devem ter contato com várias maneiras de aprender para que o êxito na aprendizagem seja maior. Entretanto, o CBLT parece ter ganhado cada vez mais força política, pois conforme o mundo se moderniza, há uma necessidade muito grande pela rapidez, pelo aprendizado imediato e específico.

~ por Sérgio Freire em maio 26, 2009.

4 Respostas to “Competency-based Language Teaching (22/05)”

  1. Adrienne é responsável e ficou de me mandar hoje…
    to esperando!

  2. Professor, naum estou conseguindo enviar meu resumo pro seu e-mail…esta voltando toda hora…qual o seu email?

  3. Naum estou conseguindo enviar meu resumo pro senhor… envie-me outro email por favor…
    bjus

  4. Resumo recebido ..postado hoje
    vlw Adrienne

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: